10.11.15

thank you, india

Status: ouvindo Big Star e sendo grata.

Sendo grata porque eu já estive nesse lugar da música.

E não estou mais.

Já falei um pouco sobre esse sentimento aqui.

Não quero cantar vitória, mas a verdade é que cada segundo que passa sem que um meteoro caia no meu prédio ou que eu seja estuprada na rua é uma vitória.

Peraí, que tá na hora do solo.

Pronto.

Então. Cantemos vitória e cantemos I am the Cosmos.

E agora The Ballad of El Goodo. Sem brincadeira, toda música que repete o mantra "hold on" já ganha mil pontos comigo.

Aí vem a propaganda do spotify e você já coloca em prática toda a sabedoria adquirida.

20.9.15

"Wege entstehen dadurch, dass man sie geht"

Aquela hora em que eu tava na biblioteca de música aonde aquele velhinho professor de piano me levou. Aquela hora em que fiquei passeando pelas estantes, sentindo-me overwhelmed com tanta cultura, informação, sabendo que, por mais que eu tente, estarei sempre aquém de tudo isso.

A vida pode ser tão simples, tou agora aqui na praça ao lado de um violinista com uma camiseta escrito "The Turbants" ou "Turbans", não consigo ler bem, chegaram uns caras pra falar com ele por causa dessa camisa, aparentemente são do mesmo "movimento". Falaram um bando de coisas inúteis, mas a vida é feita mesmo de coisas inúteis e eles pareciam felizes, eram bem convincentes, ou seja, that's the way.

E agora o violinista tá tocando música modal loucamente. O couro brilha sob o sol, o couro do case do violino. Nem reparei nas moedas.

Escrevo no meu caderno as conclusões que tiro estando aqui ao lado desse violinista da música modal. Na capa do meu caderno tem uma frase em alemão.

15.7.15

Concedida antes que o previsto

Às margens do rio Sena eu sentei e chorei.
Depois voltei pra casa e sorri.

Um dia acho graça!

E não é que acabei de perceber que meu inconsciente tirou de ninguém menos que Paulo Coelho a pérola que foi esse primeiro verso.

Obrigada.

19.6.15

Sorte e ironia

Que grande ironia
ter o nome de Allegretto
essa triste porcaria.

Tenho lido-o
com afinco e agora digo:
a rapidez com que lançaria
a partitura pela janela
em muito superaria o tique exíguo
do metrônomo no meu pé do ouvido
(caso hoje fosse outro dia).

Sorte sua, Allegretto,
não ser uma Sinfonia;
sorte ainda
a minha.

16.6.15

Inteligência

Adoro ler teus textos
Ler nas entrelinhas
Declarações de amor
Corrigir as virgulinhas
Declarações de amor
Não só tuas, também minhas

9.6.15

um dia

Até o damasco fresco
(até o damasco fresco!)
precisa amadurecer
pra eu poder reparar
que ele é laranja como a fachada do prédio em frente
como minha almofada de procurando nemo
e a capa do meu diário sobre a mesa

Ter ou não ter a cor dos olhos de quem me vir madura
Sábio damasco fresco
decifro-te e não me devoras

30.5.15

Ouroboreira

Minhas voltas são minhas e não do motorista de ônibus

Mas quero ficar boa do joelho
Não só pra caminhar
Preciso dançar e ficar ruim do dedo
Calcanhar é pouco

Porque sei que uma hora posso sair
Fico aqui
Talvez a isso se dê o nome de fé
e o predicativo de montanha que se mexe

Quero é ficar surda de tanto cantar
De tanto cantar que eu não quero ficar surda

E aí descansar como uma índia
Jiboia
Enrolada numa árvore

29.5.15

what a surprise
to be naturally doing
the fuck one's supposed to be doing
and still breathe slowly
But don't you dare notice it.

26.5.15

Assembleia

passa pra cá esse banquinho agora
tá mais do que na minha hora
de ficar mais alta que vocês
com a voz mais alta que a de vocês
vocês, todo dia, no meio dos vossos
enquanto eu
eu não:
- SAUDADE!

14.5.15

Parabéns

Lavar prato ou não lavar prato
Eis a questão.

Porque tomar banho só mais tarde
Depois da suadeira nossa de cada dia.
É que em 2015 já avisto meu momento asna buridânica a maiores distâncias
Que em 2014
Dá pra ficar suja
Escrever no blog
E ver a pia lotada sem o fogo do artifício de um mother's little helper

31.3.15

throat

todos os que já tiveram essa experiência sabem que
ao fim
vomitar é bom
depois de tanto cutucar a tal da ferida narcísica
ainda bem que vem a cicatriz
no próprio ouvido
depois de tanta voz
voz desafinada
mascarada por tanto grito
alguma coisa tem que ser feita então
keep the motor running
mas lembre-se de que cada canção só pode durar três minutos

16.3.15

gênero

e os anos passam e fica bom sentir os discos de sempre, não tem pra onde correr, nananina.

linda tori amos, que se crucificou, sim, e me ensina ainda hoje que the precious things need to wash away. mas de vez em quando, claro, Just Like Anything Else. :)

e heráclito? como a mãe dele tinha bom gosto pra nomes.

pocahontas é outra. na sua canoa, entoando "lá na curva o que é que vem? quero saber!" ou algo do gênero.

sempre algo do gênero.