29.10.08

endoidando o cabeção

hoje sonhei que viajava pra uma cidade cujo nome desconheço. não sei onde fica, nem nunca vira antes. só sei que era uma cidade grande e importante, porque lá tinha um prédio ENORME da ONU que eu ansiava por visitar. Olhei no mapa pra saber como chegar lá, enfrentei um trânsito de lascar, cheguei, falei com os seguranças, com as recepcionistas, com as secretárias, com os bam bam bans - tudo para, veja só, pesquisar nos arquivos muitos e muitos documentos que serviriam de subsídio para minha (cof cof) querida dissertação!

e o pior é: algo me diz que esse tipo de sonho vai ficar cada vez mais freqüente.

26.10.08

e por falar em quadro

viciei nesse jogo aqui. o objetivo é acertar de quem é o quadro. o nível fica mais difícil ou mais fácil de acordo com sua, hum, performance.

e, pasmem, ainda dá pra fazer uma boa ação jogando!

cult, ético, solidário e muito nerd - melhor joguinho ever.

pieter bruegel


faz umas semaninhas que meu papel de parede do computador é um tal quadro. mui belo. na verdade, o quadro é tudo. tudo mesmo. tem tudo no quadro; o mundo inteiro está lá. não sei como coube.

quando ligo o computador agora, fico viajando. porque é o seguinte: simplesmente, toda vez que olho pro quadro, ele tá diferente! sério, essa piula fica mudando. sempre tem alguma coisa nova. um detalhezinho que seja. hoje mesmo vi um cara MUITO sinistro que, juro, não havia antes.

juro!

25.10.08

Lugar

Bucareste
é longe
que só a peste
fica lá no leste do peito
enquanto eu ajeito
seu lugar no mapa