20.12.08

god

is a concept by which we measure our pain.

claro, porque se deus é tão fuderosisticamente proparoxitonamente esplêndido, o que me resta senão sofrer por resignar-me... a isto.

(sábado notívago proparoxitonamente ávido por um átimo de lástima... haha)

29.10.08

endoidando o cabeção

hoje sonhei que viajava pra uma cidade cujo nome desconheço. não sei onde fica, nem nunca vira antes. só sei que era uma cidade grande e importante, porque lá tinha um prédio ENORME da ONU que eu ansiava por visitar. Olhei no mapa pra saber como chegar lá, enfrentei um trânsito de lascar, cheguei, falei com os seguranças, com as recepcionistas, com as secretárias, com os bam bam bans - tudo para, veja só, pesquisar nos arquivos muitos e muitos documentos que serviriam de subsídio para minha (cof cof) querida dissertação!

e o pior é: algo me diz que esse tipo de sonho vai ficar cada vez mais freqüente.

26.10.08

e por falar em quadro

viciei nesse jogo aqui. o objetivo é acertar de quem é o quadro. o nível fica mais difícil ou mais fácil de acordo com sua, hum, performance.

e, pasmem, ainda dá pra fazer uma boa ação jogando!

cult, ético, solidário e muito nerd - melhor joguinho ever.

pieter bruegel


faz umas semaninhas que meu papel de parede do computador é um tal quadro. mui belo. na verdade, o quadro é tudo. tudo mesmo. tem tudo no quadro; o mundo inteiro está lá. não sei como coube.

quando ligo o computador agora, fico viajando. porque é o seguinte: simplesmente, toda vez que olho pro quadro, ele tá diferente! sério, essa piula fica mudando. sempre tem alguma coisa nova. um detalhezinho que seja. hoje mesmo vi um cara MUITO sinistro que, juro, não havia antes.

juro!

25.10.08

Lugar

Bucareste
é longe
que só a peste
fica lá no leste do peito
enquanto eu ajeito
seu lugar no mapa

12.9.08

oi

tudo bom?



bom é ouvir música no headphone / earphone. principalmente com esse meu novo, que isola tudo. você é instantaneamente transportado para a dimensão melódico-harmônico-rítmica-baticum-láralararirááaaouié. nada mais importa nessa vida.

sehr gut. ts goooood.

esses estados contemplativos em que nossos seres ora se encontram são muito legais. foi tão engraçado dia desse. estava eu a cumprir uma tarefa burocrática, dissertatística na verdade. lá na ilha do leite, esperava paciente e estressadamente pra atravessar a rua, ao lado de um carrinho de CD pirata. De repente... oiço:

ebonyyy and ivoryyyy
live together in perfect
harmonyyyy
side by side on my piano
keyboard
oh lord
why don't weeeeeeeeeeee

não me segurei e fiquei cantando lá. quase compro.

fazia um tempinho que não escutava isso, heim.

the thing is, já não tem volta: virei uma caretona!!!!!!!!

que lindjo.

moral da história: careta ou não, viver é bão.

1.7.08

eu queria saber quem foi que inventou que escova de dente pode durar até três meses. num dá nem dois e a minha já fica uó.

pior que agora eu caí nessa de colgate 360 graus. não é que esse papo de limpador de língua, bochechas, lábio e sei lá mais o que que eu tenho na boca me convenceu?

só não agradou o bolso, 10 reais por mês em escova de dente é um pouco demais, convenhamos. são 120 reais por ano em míseras candidatas a escovinhas nojentinhas limpadoras de cantinhos obscuros da casa! mas com as cerdas incríveis da colgate 360 graus essa tarefa pelo menos ficará bem mais fácil. tudo fica mais fácil com a colgate 360 graus... (tou tentando não me arrepender da compra aqui, as you may notice...)

14.5.08

que beleza

Simplesmente levei uma queda no meio do bompreço hoje. Mal acabo de tirar dinheiro no caixa eletrônico, a sandália escorrega não sei como e vou direto de joelho no chão. Foi lindo. Certeza de que todo mundo da fila tava olhando. Também, quem mandou demorar mais pedindo extrato? A vigança tarda mas não falha nunca. Fiquei um tempo estatelada, olhando pra baixo, joelho no chão, sem saber o que fazer. Rio? Ou melhor gritar logo de dor? Porque, putz, que dor da peste. Levantei logo pra não ter o perigo de alguém vir me ajudar. Porque não, eu não conseguiria encarar ninguém ali. Quanto mais falar "estou bem, obrigada". Só me recuperei vários minutos depois, quando entrei no bompreço para as compras. Nada como voltar ao anonimato.

18.3.08

news

Hoje comecei uma proposta aí, como dizem as tchurma.

Resolvi seguir os conselhos de Ricky, o Martin, para quem "bailando todo se aregla". Peço uma ajuda dos alísios aí nessa empreitada, o Gott.

16.3.08

show

radiohead + bjork + albert plá (lóóógico) = refree

talvez esteja rotulando demais, mas who cares!

farewell, goodbye,

last one out turn out the lights.

and move me.

15.3.08

crying sometimes while lying in beds

Antes de eu me apaixonar por Bon Jovi, eu gostava de voz de mulher.

Verdade seja dita, tratava-se de uma banda. Mas eu nem procurei saber de onde a banda vinha, de que cena eram, por que faziam tudo aquilo. Enfim.

O nome da banda era Four Non Blondes.

Não sei se tem hífen, aí é com vocês: confiem em mim ou não.

Mas me desfiem se acharem que eu não cantei e dancei até morrer nas discotecas (não se assustem) aquela música que tocava em todas as rádios, até mesmo na Antena 1.

E foi com ela (a cantora) que eu aprendi o que era "peculiar". Com uma forcinha da professora de inglês, claro. Que era uó.

Do borogodó.

6.3.08

März - Marx - Primavera - Outono

Como diria nosso Motta, o Ed, não o Nelson (o da biografia de Tim Maia y de otras cositas más), naquele CD cujo preço, para minha infelicidade, foi o melhor que encontrei desde então:

Que bom voltar
Que bom te ver
Que bom chegar
Ao nosso lugar

A bloguear!

Tão bom, neah? Pôaxa, caara. Tchipo assim, meo. Sabe? Uma coisa assim, meio mtv, meio bob esponja, aliás, melhor ainda: meio Yakult Bob Sponja.

Dessa vocês já sabiam? Haha, não contavam com minha astúcia? Minha astúcia em ir ao bompreço? Foi boa mesmo. Chega consegui ficar com bom humor! E o yakult - ou melhor "leite fermentado" e "com lactobacilos" - tem O MESMO gosto do de outrora. Só não sei se os lactobacilos são vivos. Aiii meu deus, e se forem mortos? Bom, paremos de pensar e vivamos, enfim.

8.2.08

que cara mais hilário

O empresário Marcelo Frisoni, marido de Ana Maria Braga, é acusado de não ter pago pensão alimentícia para os dois filhos que teve com a advogada Patrícia Palma. Ela diz que conseguiu, na 6ª Vara de Família de SP, a decretação de um mandado de prisão contra ele. O Tribunal de Justiça alega que o caso corre em segredo de Justiça e não confirma a existência da ação. Frisoni falou ao repórter Diógenes Campanha.

FOLHA - Soubemos que foi expedido um mandado de prisão contra você...
MARCELO FRISONI - Não estou sabendo, mas estou à disposição. Vou adorar passar o Carnaval na cadeia. Pelo amor de Deus...
FOLHA - Mas você paga a pensão em dia?
FRISONI - Faz o seguinte: liga para a Patrícia, publica o que você tiver que publicar. Acha que eu vou esquentar a cabeça com ela? Vou ser sincero: publica o que você quiser. No dia seguinte, eu vou aí na Redação dessa bosta de jornal, eu encho essa Mônica Bergamo de porrada na frente de todo mundo. E nós vamos nos cruzar por aí de novo. Aí a gente vai conversar como homem. Se quer levar como ameaça, leva. Nunca tive problema com ninguém. A única pessoa que me enche o saco é a Patrícia. Estou no mesmo escritório há dez anos e o Brasil sabe onde mora a Ana Maria. Se eu tivesse problema, já teria aparecido. A única pessoa que tentou ferrar comigo foi o [Carlos] Madrulha [ex-marido e ex-empresário de Ana Maria] e eu acabei com ele. Hoje ele é secretário de cachorro, não consegue mais nada. A Patrícia tem raiva porque eu estou bem, porque eu estou feliz. O problema dela não é dinheiro, porque se eu der R$ 100 mil, ela vai querer R$ 200 mil.

31.1.08

João Sebastião Riacho

E eu que pensava que era feliz com minha coletânea de cantatas.

Agora minha casa simplesmente dispõe das OBRAS COMPLETAS desse cidadão.

O negócio é forte mesmo. Tira da sua cabeça todas, mas todas essas mundanidades que não nos levam a lugar algum. Se eu fosse médica, prescreveria. Muito.

Pra vocês terem uma idéia do quanto, eu digo que estou considerando a possibilidade de... me converter!!! (Isso mesmo: no sentido religioso.)

Num sou eu a fraca, não, com respeito a todas as fés e fezes.

É o cara que é persuasivo demais além da conta.

23.1.08

was für einen Tag

meu intelecto está a ponto de explodir.

olhaí o cheirinho da fumaça. é, dá pra ver mesmo, sinesteticamente, tamanha é a coisa.

por isso a primeira atitude tomada quando cheguei foi: ligar o som. numa musiquinha romântica. assim bem light.

ledo enganinho.

porque tocou schubert. der lindenbaum. me pergunto como é que a criatura faz uma música assim pra uma simples árvore? pelamãedomeuguarda.

aí já fico com vontade de procurar o que é linden, porque a pessoa fica curiosa, mas não; cheeeeeeega por hoje!

unter den linden. que lindo. acabo de perceber a nuance berlinense da coisa.

os conhecimentos por acaso são os melhores. por que todos não são adquiridos assim também, heim? HEIM.

20.1.08

bolos e bolores

Ontem foi o dia mundial da compra de discos de gente doida.

Ei-lo, o outro:












E a primeira faixa da versão digital ficou assim, ó: "será que eu vou virar bolo?".

O bom é que a doidera no meu Brazil é bem verallgemeinert.

na vera, sem ser piratê, dando grana pra gravadora e pra mercenários de todo tipo, eu não quis saber e, sim, COMPREI o disco de Amy Winehouse

e SEM ganhar pontos no mais cultura porque já tava com desconto. de dois reais!

só digo uma coisa: o disco falou comigo. e eu escutei. (ouvir, nem comento; sabe como é, o primeiro estágio nas conversas com os bens imateriais é sempre mais facinho... bom, tirando o susto inicial que a gente medrosa toma.)

então, será que é porque original é melhor, mesmo, heim?

às vezes faz tanto sentido eu ter escolhido essa minha profissão de adévogada.

é o dilema moral versus direito a perseguir quem dele não consegue se desvencilhar.

xau.

17.1.08

que nem rick wakeman

Usar o teclado do lap top americano - configurado para nossa língua portuguesa -, aliado ao teclado externo tupiniquim - configuração "normal" - tá sendo um rock progressivo da porra.


Tanto, que demorei 17 minutos pra fazer esse solo aqui.

14.1.08

aos 12 anos, eu era gente, sim

Bon Jovi é uma banda devera.

Olha só essa parte da letra / música:

didn't mean to miss your birthday, baby
i wish i'd seen you blow those candles out

De um classicismo notável. Na medida. Na medida do classicismo.


E o que foi feito de vera?
De Vera nunca se acabe.
Os mineirinhos sabem das cousas dessa vida.

uma pergunta

será que se deveria usar expressões como "samba do crioulo doido"?

Kann man?
Darf man?
Soll man?

Creio eu que

Es hängt von der Verallgemeinerung ab.

10.1.08

Eu fico incrível.

Com esses nossos dias após os outros. Basta um meio (1/2!) de uma tarde, that just blows it all.

(É isso mesmo; em itálico por causa da expressão estranha muito foda e também em negrito porque a COISA EM SI é muito foda.)



Todos os arquivos do meu mp3 player / pen drive foram apagados.

Pelo além!!!


Bu

-hoo.