12.12.05

bienvenida, cariño

Às vezes, em momentos bem raros, eu até faço fé nessa cidade. Lembro da revolução que foi a abertura da primeira Mcdonald's aqui, e até que faz um tempo considerável. Não vou mentir, eu adorava meu quarteirão com queijo e até hoje me delicio com as batatinhas mais sequinhas já saboreadas, não há páreo para elas.

Era o início de uma era. Alguns anos depois nosso shopping aumenta, começa uma disputa com um shopping fluminense para o posto de maior do Brasil, não me lembro quem ganhou, isso não faz lá tanta diferença. Já a vinda da Salinas, sim, trouxe alegria aos meus verões. Ô biquíni lindo, tenho uns que duram até hoje. Veio também Pizza Hut, Tok & Stock, Livraria Cultura, Wal-Mart arrasa-concorrência e coisinhas gostosas também em prateleiras outras que não as da Casa dos Frios, um pouco mais democratizadas que antes, como Nutella, Warsteiner e Erdinger (essa agora até nos cafundós de Aldeia tem).

E agora. Agora chegou a Zara. Ah, a Zara.

É novidade, né, e novidade muito boa, ter isso a alguns quilômetros de casa somente, tenho que suspirar mesmo.

As criancinhas cambojanas exploradas que me perdoem, mas hoje eu sou uma pessoa mais feliz.

O capitalismo é isso mesmo, não é. Tudo muda, mas tudo permanece a mesma coisa, cada um por si e Deus contra todos.

Onde será que Angelina Jolie compra as roupas dela e do filhinho? Enquanto eu não chego lá, vou comprando minhas parcas roupas de luxo na Zara mesmo. Pra mim tá ótimo.

10.7.05

Empfehlung

Leiam o livro:

"Dirija o jato à base do fogo", de Aleksandr Popovski, traduzido para o alemão por Karl Kaufmann.